Jeans e Tendências!!!

As lavagens atuais estão mais discretas e regulares, em oposição às estações passadas, quando o jeans era bem detonado. Podem aproximar-se do jeans bruto com tinturas que tendem para o preto ou cinza, e num outro ramo, partem para o delavê bem clarinho. As cinturas definitivamente estão subindo. As modelagens podem ser agarradas, skinny, nas calças e nos macacões – para quem pode. O formato jardineira está cada vez mais presente nas coleções. Esses modelos usados com tricôs molinhos com bastante volume ficam interessantes. Botas altas para fora da calça ou botas mais pesadas também funcionam bem. As pantalonas estão aparecendo no jeans. Ficam bonitas com blusinhas românticas, sapatos de salto alto e produções em estilo anos 50. Podem ser uma boa opção para quem tem mais quadril. O jeans vai bem com quase tudo, mas, por seu espírito rebelde, não combina com situações muito formais. Já a pantalona, num jeans escuro, pode ser usada como calça social. O estilo tradicional também está na moda, tendo em vista a onda cowboy. A modelagem masculina deixa o quadril mais folgado e fica melhor nas pessoas magras. Procure os jeans de tecido mais fino ou com um pouquinho de elastano, que dão conforto e caimento. Dentro do estilo tradicional, o short ainda está firme e pode ser usado com camisas estampadas, botas altas e camisetinhas. Nas coleções dos criadores mais jovens temos visto uma tendência de peças amplas. São vestidos, jaquetas, saias ou shorts, com amarrações, babados e frufrus.

Jeans e Tendências!!!

As lavagens atuais estão mais discretas e regulares, em oposição às estações passadas, quando o jeans era bem detonado. Podem aproximar-se do jeans bruto com tinturas que tendem para o preto ou cinza, e num outro ramo, partem para o delavê bem clarinho. As cinturas definitivamente estão subindo. As modelagens podem ser agarradas, skinny, nas calças e nos macacões – para quem pode. O formato jardineira está cada vez mais presente nas coleções. Esses modelos usados com tricôs molinhos com bastante volume ficam interessantes. Botas altas para fora da calça ou botas mais pesadas também funcionam bem. As pantalonas estão aparecendo no jeans. Ficam bonitas com blusinhas românticas, sapatos de salto alto e produções em estilo anos 50. Podem ser uma boa opção para quem tem mais quadril. O jeans vai bem com quase tudo, mas, por seu espírito rebelde, não combina com situações muito formais. Já a pantalona, num jeans escuro, pode ser usada como calça social. O estilo tradicional também está na moda, tendo em vista a onda cowboy. A modelagem masculina deixa o quadril mais folgado e fica melhor nas pessoas magras. Procure os jeans de tecido mais fino ou com um pouquinho de elastano, que dão conforto e caimento. Dentro do estilo tradicional, o short ainda está firme e pode ser usado com camisas estampadas, botas altas e camisetinhas. Nas coleções dos criadores mais jovens temos visto uma tendência de peças amplas. São vestidos, jaquetas, saias ou shorts, com amarrações, babados e frufrus.

Algumas boas idéias de moda para quem está acima do peso!!!

Pela minha experiência pessoal e de minhas amigas, e também depois de ter lido as diversas perguntas das internautas mais gordinhas, percebo que normalmente as mulheres acima do peso sofrem muito. Sentem-se rejeitadas, feias, fora de moda, velhas. Acho que antes de comprar uma roupa nova, a mulher que se sente assim deve se olhar no espelho e analisar seu corpo racionalmente. Experimente vários modelos de roupa, lingeries diferentes e também se olhe sem roupa. Quais os tipos de look que ficam melhor em você? Sua lingerie está apertada, marcando nos elásticos? Seu corpo está flácido, sem vida?

Se você, depois desta análise racional, chegar à conclusão que esta se sentindo realmente mal com seu corpo, não tem jeito. As roupas não vão solucionar os seus problemas. Podem ajudar, mas não vão resolver. O melhor que você tem a fazer é tomar a decisão de mudar. Se mexer é um bom começo. Dançar, caminhar, lutar, andar de bicicleta, sei lá, fazer algum tipo de exercício. Para ajudar, procure se alimentar direito. Sem maluquice e com orientação médica e/ou psicológica.

Esqueça por um tempo as roupas e invista num programa de reeducação geral. Os spas podem ser uma boa opção, já que oferecem profissionais especializados. Não tem milagre: se estiver com esse problema, vai por mim, não prolongue seu sofrimento. Aproveite esse momento e mude seu estilo de vida.

Sou gordinha e sou feliz assim

Se este é o seu caso, vamos ao trabalho. Quais os pontos altos do seu corpo? Dê uma olhada. Normalmente o colo, os ombros e para algumas, as pernas são pontos bons para serem destacados. Decotes, ombro-a-ombro e pernas à mostra podem ser bons recursos para você. Repare se tem cintura ou se é reta, se tem braços finos ou gordinhos, se as pernas são longas ou curtas ou se o tronco é curto ou longo. E os quadris, são largos para os lados, ou tem bumbum arrebitado atrás? Busto grande ou pequeno? Alta ou baixa?

Dicas gerais

Muita gente já está careca de saber, mas tudo bem. Nunca use roupas coladas demais. Mesmo que você se sinta uma “gostosa” isso é muito feio, não fica bom em ninguém. Prefira o seu tamanho certo, sem ficar largo nem apertado. O outro extremo também é péssimo. As roupas largonas, tipo “barraca”. Se você se sente bem com o seu corpo, não tem porque se esconder. As roupas muito largas cobrem as curvas do corpo e a gente fica muito sem forma.

Cores e estampas

As estampas muito grandes e coloridas tendem a chamar a atenção, engordam um pouco, então, pense bem antes de escolher uma dessas. (A não ser no mesmo caso acima, da “mulher Neon”, aí pode.) Listras horizontais também ampliam os volumes. Isso todo mundo já sabe, mas não custa repetir. Prefira as estampas delicadas e sutis.Cores contrastantes também têm um efeito visual de aumentar os volumes. Procure combinações mais amenas. As cores escuras favorecem, ao contrário das mais claras. Evite o preto total todos os dias, fica monótono demais. Se você é gordinha evite as cores pastel: rosinha, azulzinho, amarelinho; elas tendem a infantilizar o look.

Tecidos

Cuidado com as malhas. Às vezes elas marcam muito. Se for usar este tipo de material não use uma peça muito justa e tome cuidado com as marcas causadas pelos elásticos apertados. Prefira os tecidos leves, não muito encorpados, pois estes criam muito volume e deixam o look pesado.

Eu não sou gordinha, estou gordinha

Pode ser que você esteja num momento de transição, ou porque teve filhos, ou porque passou por algum problema pessoal ou de saúde, ou mesmo porque não teve como cuidar de si mesma nos últimos tempos. Se este é o seu caso, possivelmente não deve ter um guarda-roupa orientado para o seu tamanho e deve estar evitando comprar roupa, porque pensa em emagrecer logo. Não sofra mais do que precisa, use as dicas da coluna e monte um guarda-roupa básico. Junte a ele acessórios incríveis (sapatos, bolsas, lenços, bijuterias) umas peças divertidas e charmosas e por enquanto não pense que está gorda. Arrase no make, cuide de seu cabelo e quando der, você emagrece.

Conselhos para quem está acima do peso

Braços gordinhos: prefira as peças com mangas, mesmo que curtas. Evite regatas e mangas bufantes ou apertadas com elástico.Busto grande: nunca use golas muito altas e abuse dos decotes “V” .Barriga: Não use nada grudado na barriga. Bom pra você são as batas e recorte império, soltas na barriga. Serve para blusas, casacos e vestidos.Quadril largo: se tiver cintura fina, use a combinação, justo na cintura, soltinho no quadril, com tecidos leves. Prefira as calças mais baixas e nunca use bolso faca. Pernas grossas: Prefira as pantalonas (que estão na moda!!) e evite as calças curtas e afuniladas. Evite a todo custo o estilo “calça apertada curta e afunilada com mule”. É muito feio!Para alongar a silhueta, lance mão das sobreposições “abertas”, como um casaco aberto sobre vestido.

Algumas boas idéias de moda para quem está acima do peso!!!

Pela minha experiência pessoal e de minhas amigas, e também depois de ter lido as diversas perguntas das internautas mais gordinhas, percebo que normalmente as mulheres acima do peso sofrem muito. Sentem-se rejeitadas, feias, fora de moda, velhas. Acho que antes de comprar uma roupa nova, a mulher que se sente assim deve se olhar no espelho e analisar seu corpo racionalmente. Experimente vários modelos de roupa, lingeries diferentes e também se olhe sem roupa. Quais os tipos de look que ficam melhor em você? Sua lingerie está apertada, marcando nos elásticos? Seu corpo está flácido, sem vida?

Se você, depois desta análise racional, chegar à conclusão que esta se sentindo realmente mal com seu corpo, não tem jeito. As roupas não vão solucionar os seus problemas. Podem ajudar, mas não vão resolver. O melhor que você tem a fazer é tomar a decisão de mudar. Se mexer é um bom começo. Dançar, caminhar, lutar, andar de bicicleta, sei lá, fazer algum tipo de exercício. Para ajudar, procure se alimentar direito. Sem maluquice e com orientação médica e/ou psicológica.

Esqueça por um tempo as roupas e invista num programa de reeducação geral. Os spas podem ser uma boa opção, já que oferecem profissionais especializados. Não tem milagre: se estiver com esse problema, vai por mim, não prolongue seu sofrimento. Aproveite esse momento e mude seu estilo de vida.

Sou gordinha e sou feliz assim

Se este é o seu caso, vamos ao trabalho. Quais os pontos altos do seu corpo? Dê uma olhada. Normalmente o colo, os ombros e para algumas, as pernas são pontos bons para serem destacados. Decotes, ombro-a-ombro e pernas à mostra podem ser bons recursos para você. Repare se tem cintura ou se é reta, se tem braços finos ou gordinhos, se as pernas são longas ou curtas ou se o tronco é curto ou longo. E os quadris, são largos para os lados, ou tem bumbum arrebitado atrás? Busto grande ou pequeno? Alta ou baixa?

Dicas gerais

Muita gente já está careca de saber, mas tudo bem. Nunca use roupas coladas demais. Mesmo que você se sinta uma “gostosa” isso é muito feio, não fica bom em ninguém. Prefira o seu tamanho certo, sem ficar largo nem apertado. O outro extremo também é péssimo. As roupas largonas, tipo “barraca”. Se você se sente bem com o seu corpo, não tem porque se esconder. As roupas muito largas cobrem as curvas do corpo e a gente fica muito sem forma.

Cores e estampas

As estampas muito grandes e coloridas tendem a chamar a atenção, engordam um pouco, então, pense bem antes de escolher uma dessas. (A não ser no mesmo caso acima, da “mulher Neon”, aí pode.) Listras horizontais também ampliam os volumes. Isso todo mundo já sabe, mas não custa repetir. Prefira as estampas delicadas e sutis.Cores contrastantes também têm um efeito visual de aumentar os volumes. Procure combinações mais amenas. As cores escuras favorecem, ao contrário das mais claras. Evite o preto total todos os dias, fica monótono demais. Se você é gordinha evite as cores pastel: rosinha, azulzinho, amarelinho; elas tendem a infantilizar o look.

Tecidos

Cuidado com as malhas. Às vezes elas marcam muito. Se for usar este tipo de material não use uma peça muito justa e tome cuidado com as marcas causadas pelos elásticos apertados. Prefira os tecidos leves, não muito encorpados, pois estes criam muito volume e deixam o look pesado.

Eu não sou gordinha, estou gordinha

Pode ser que você esteja num momento de transição, ou porque teve filhos, ou porque passou por algum problema pessoal ou de saúde, ou mesmo porque não teve como cuidar de si mesma nos últimos tempos. Se este é o seu caso, possivelmente não deve ter um guarda-roupa orientado para o seu tamanho e deve estar evitando comprar roupa, porque pensa em emagrecer logo. Não sofra mais do que precisa, use as dicas da coluna e monte um guarda-roupa básico. Junte a ele acessórios incríveis (sapatos, bolsas, lenços, bijuterias) umas peças divertidas e charmosas e por enquanto não pense que está gorda. Arrase no make, cuide de seu cabelo e quando der, você emagrece.

Conselhos para quem está acima do peso

Braços gordinhos: prefira as peças com mangas, mesmo que curtas. Evite regatas e mangas bufantes ou apertadas com elástico.Busto grande: nunca use golas muito altas e abuse dos decotes “V” .Barriga: Não use nada grudado na barriga. Bom pra você são as batas e recorte império, soltas na barriga. Serve para blusas, casacos e vestidos.Quadril largo: se tiver cintura fina, use a combinação, justo na cintura, soltinho no quadril, com tecidos leves. Prefira as calças mais baixas e nunca use bolso faca. Pernas grossas: Prefira as pantalonas (que estão na moda!!) e evite as calças curtas e afuniladas. Evite a todo custo o estilo “calça apertada curta e afunilada com mule”. É muito feio!Para alongar a silhueta, lance mão das sobreposições “abertas”, como um casaco aberto sobre vestido.

Se você é uma cliente magrinha, descubra como tirar vantagem da sua forma física!!!

Raio X

A primeira coisa a fazer é dar uma analisada no seu corpo e perceber quais são as partes mais bonitas. Ombros, braços, pernas, barriga, bumbum? Repare os pontos fortes e aqueles que não te favorecem tanto. Repare se seu bumbum é reto ou arredondado, se tem cintura ou não, se tem busto ou é mais para retinha. Depois desta análise, prove suas roupas e veja quais ficam realmente bem em você. Separe-as e monte várias produções possíveis para elas. As magras podem abusar das sobreposições; então, invente colocar camisetas sobrepostas, mostrando a manga ou a barra da blusa por baixo da outra, sobreponha dois cardigãs, misturando cores, abuse de lenços e echarpes que estão em alta na estação. Os colares grandes e compridos também são bons para as magrinhas, pois escorregam levinhos sobre o peito. Elegantérrimo. Outro acessório bacana para as magras é o cinto, que pode marcar uma cintura pequena, mas não tão pronunciada. Com isso, pode ser que você consiga multiplicar os looks do seu closet.

Cores, estampas e tecidos

Cores contrastantes e vibrantes, looks bicolores, sobreposições de tonalidades próximas: tudo isso fica muito bom nas magrinhas.Estampas grandes e coloridas podem ser usadas, pois criam uma ilusão de volume. As listras horizontais também. Lembre-se de todos as variações de listras navy, clássico que fica superbem em quem não tem medo de parecer mais gorda. O xadrez está em alta e também pode ser usado, inclusive nas partes de baixo, como calças ou saias. Ao contrário das mais gordinhas, você pode abusar dos tecidos estruturados, mais “duros” e pesados, com texturas como o tweed, por exemplo.

Tipos de peça

Para as formas, se você for toda mais retinha, procure as peças que criam volumes nos ombros e nos quadris, pois o que cria uma silhueta mais sexy é a diferença entre as medidas da cintura e as do busto e do quadril, no velho estilo violão. Por isso os cintos são desejáveis, por acentuar essa diferença, marcando a cintura ou caídos nos quadris. As camisas com volumes nas mangas, de corte estruturado, os jabôs, que estão bem na moda, os babados, as jaquetas perfecto, com ombros largos, estilo anos 80, são bons para aumentar as partes de cima. Outros opções bacanas são: blazer grosso acinturado, camisetas bem cavadas na manga, cava americana e decote alto, as golas rulê e as blusas estilo frente única. Nas partes de baixo, para criar volume tente a pantalona alta, com bastante volume na perna – se você for alta -, as saias evasê e pregueadas, a calça saruel, calças de alfaiataria masculina, larguinhas e amarradas com cintinho fino, calças com pregas e bolso faca – que dão volume aos quadris – e os shortinhos de todos os tipos, inclusive e os balonês, que só vocês podem usar. Para as partes de baixo prefira os tecidos com caimento mais mole. Também ficam bons os macaquinhos soltinhos ou “jumpers”.