Sandálias gladiador para o verão e outras boas apostas para os pés!!!

Gladiadores, gladiadores, gladiadores…

Se as marcas internacionais estão inovando em formas e materiais, as passarelas brasileiras parecem concordar que a sandália gladiador vai bem em qualquer coleção, e com qualquer roupa: quase todos os desfiles apresentaram pelo menos uma versão desse modelo. Então, se você faz o tipo que adora uma novidade e não pode ficar por fora da tendência, corra em busca da sua. Existem várias opções no mercado. Com salto ou baixinha, pesadona ou delicada, branca, cor da pele ou preta: alguma vai se encaixar no seu perfil e no seu orçamento. As mais pesadas vão bem com vestidinhos ou shorts mais curtos e vestem melhor quem tem pernas mais alongadas e longilíneas. As mais baixinhas ou com pernas grossas devem dar preferência aos modelos mais delicados de tiras fininhas, ou aqueles decotados, mais abertos, com cores leves, como os beges e tons da pele.

Cuidado com a silhueta

Aliás, se existe um problema nas sandálias atuais, é o desenho que elas criam na perna, provocando o efeito de encurtamento da silhueta. Tanto as sandálias gladiador quanto os sapatos e sandálias amarrados no tornozelo criam essa ilusão, que não é muito favorável. Daí a sugestão de combinação com as mínis e shortinhos, ajudando a encompridar as pernas.

Os modelos mais masculinos ou com amarrações no peito do pé, assim como os pesadões ou as sandálias muito fechadas, são modernos e arrojados, mas também não favorecem muito a silhueta. É bom experimentar com tempo e cuidado, para não se arrepender depois. Evite, com esses sapatos, as bermudas, saias retas abaixo do joelho ou evasês. Eles vão bem com saias-lápis, shorts ou vestidos curtinhos. Os modelos da estação que mais alongam são as gregas – amarradas até o joelho, ou as cruzadas no peito do pé, em “x”.

O que ainda está em alta é a sandália thong, agora com tiras no tornozelo. As sandálias com vazados ou tiras nos dedos do pé são bem modernas e combinam com quase tudo, atualizando até um vestidinho mais antigo.

Na ponta dos pés

Para quem aprecia salto, os modelos estão flertando com os anos 40. Plataforma e meia-pata, sandália com nós no peito do pé, efeitos drapeados à la Carmem Miranda, sapatos bojudinhos e de saltos grossos dão o tom do verão. Os saltos cobertos também estão bem atuais, assim como os solados de madeira e de cortiça.

Em oposição, saltos ultrafinos criam tensão em sandálias pesadas abotinadas ou em moules extrasexies.

Materiais e cores

As telas e transparências apareceram bastante nas coleções internacionais, mas não emplacaram muito por aqui. Por outro lado, as franjas aparecem muito nas coleções nacionais, mas muitas vezes em soluções bastante sofríveis, exigindo cuidado. Vários tipos de lesard, python, tressês, multitiras, misturas de materiais e cores, recortes, patchwork, lacinhos, florezinhas, debruns e pespontos, e, sobretudo, fivelas e mais fivelas, vêm enfeitar os sapatos e sandálias, mais trabalhados a cada estação.

Design futurista

Se as sandálias estão pesadas e os sapatos bojudos, existe uma nova tendência que veio trazer linhas limpas e design futurista às sandálias e sapatos contemporâneos. Novas tecnologias também vêm possibilitar aos criadores efeitos inusitados como os deslocamentos e até mesmo a supressão de saltos em calçados altíssimos.

Resumindo:

– as sandálias gladiador são o must have da estação, mas cuidado, pois elas encurtam a silhueta!
– quem é baixinha ou possui pernas grossas deve dar preferência aos calçados mais decotados e aos tons claros;
– as sandálias cruzadas em “x” são mais elegantes;
– os saltos estão altíssimos;
– os sapatos têm salto grosso e estão mais bojudinhos;
– detalhes e vazados nos dedos dos pés são modernos;
– plataformas e meia-pata ainda são bacanas;
– acredite em tiras e fivelas.

Sandálias gladiador para o verão e outras boas apostas para os pés!!!

Gladiadores, gladiadores, gladiadores…

Se as marcas internacionais estão inovando em formas e materiais, as passarelas brasileiras parecem concordar que a sandália gladiador vai bem em qualquer coleção, e com qualquer roupa: quase todos os desfiles apresentaram pelo menos uma versão desse modelo. Então, se você faz o tipo que adora uma novidade e não pode ficar por fora da tendência, corra em busca da sua. Existem várias opções no mercado. Com salto ou baixinha, pesadona ou delicada, branca, cor da pele ou preta: alguma vai se encaixar no seu perfil e no seu orçamento. As mais pesadas vão bem com vestidinhos ou shorts mais curtos e vestem melhor quem tem pernas mais alongadas e longilíneas. As mais baixinhas ou com pernas grossas devem dar preferência aos modelos mais delicados de tiras fininhas, ou aqueles decotados, mais abertos, com cores leves, como os beges e tons da pele.

Cuidado com a silhueta

Aliás, se existe um problema nas sandálias atuais, é o desenho que elas criam na perna, provocando o efeito de encurtamento da silhueta. Tanto as sandálias gladiador quanto os sapatos e sandálias amarrados no tornozelo criam essa ilusão, que não é muito favorável. Daí a sugestão de combinação com as mínis e shortinhos, ajudando a encompridar as pernas.

Os modelos mais masculinos ou com amarrações no peito do pé, assim como os pesadões ou as sandálias muito fechadas, são modernos e arrojados, mas também não favorecem muito a silhueta. É bom experimentar com tempo e cuidado, para não se arrepender depois. Evite, com esses sapatos, as bermudas, saias retas abaixo do joelho ou evasês. Eles vão bem com saias-lápis, shorts ou vestidos curtinhos. Os modelos da estação que mais alongam são as gregas – amarradas até o joelho, ou as cruzadas no peito do pé, em “x”.

O que ainda está em alta é a sandália thong, agora com tiras no tornozelo. As sandálias com vazados ou tiras nos dedos do pé são bem modernas e combinam com quase tudo, atualizando até um vestidinho mais antigo.

Na ponta dos pés

Para quem aprecia salto, os modelos estão flertando com os anos 40. Plataforma e meia-pata, sandália com nós no peito do pé, efeitos drapeados à la Carmem Miranda, sapatos bojudinhos e de saltos grossos dão o tom do verão. Os saltos cobertos também estão bem atuais, assim como os solados de madeira e de cortiça.

Em oposição, saltos ultrafinos criam tensão em sandálias pesadas abotinadas ou em moules extrasexies.

Materiais e cores

As telas e transparências apareceram bastante nas coleções internacionais, mas não emplacaram muito por aqui. Por outro lado, as franjas aparecem muito nas coleções nacionais, mas muitas vezes em soluções bastante sofríveis, exigindo cuidado. Vários tipos de lesard, python, tressês, multitiras, misturas de materiais e cores, recortes, patchwork, lacinhos, florezinhas, debruns e pespontos, e, sobretudo, fivelas e mais fivelas, vêm enfeitar os sapatos e sandálias, mais trabalhados a cada estação.

Design futurista

Se as sandálias estão pesadas e os sapatos bojudos, existe uma nova tendência que veio trazer linhas limpas e design futurista às sandálias e sapatos contemporâneos. Novas tecnologias também vêm possibilitar aos criadores efeitos inusitados como os deslocamentos e até mesmo a supressão de saltos em calçados altíssimos.

Resumindo:

– as sandálias gladiador são o must have da estação, mas cuidado, pois elas encurtam a silhueta!
– quem é baixinha ou possui pernas grossas deve dar preferência aos calçados mais decotados e aos tons claros;
– as sandálias cruzadas em “x” são mais elegantes;
– os saltos estão altíssimos;
– os sapatos têm salto grosso e estão mais bojudinhos;
– detalhes e vazados nos dedos dos pés são modernos;
– plataformas e meia-pata ainda são bacanas;
– acredite em tiras e fivelas.

Sandálias gladiador para o verão e outras boas apostas para os pés!!!

Gladiadores, gladiadores, gladiadores…

Se as marcas internacionais estão inovando em formas e materiais, as passarelas brasileiras parecem concordar que a sandália gladiador vai bem em qualquer coleção, e com qualquer roupa: quase todos os desfiles apresentaram pelo menos uma versão desse modelo. Então, se você faz o tipo que adora uma novidade e não pode ficar por fora da tendência, corra em busca da sua. Existem várias opções no mercado. Com salto ou baixinha, pesadona ou delicada, branca, cor da pele ou preta: alguma vai se encaixar no seu perfil e no seu orçamento. As mais pesadas vão bem com vestidinhos ou shorts mais curtos e vestem melhor quem tem pernas mais alongadas e longilíneas. As mais baixinhas ou com pernas grossas devem dar preferência aos modelos mais delicados de tiras fininhas, ou aqueles decotados, mais abertos, com cores leves, como os beges e tons da pele.

Cuidado com a silhueta

Aliás, se existe um problema nas sandálias atuais, é o desenho que elas criam na perna, provocando o efeito de encurtamento da silhueta. Tanto as sandálias gladiador quanto os sapatos e sandálias amarrados no tornozelo criam essa ilusão, que não é muito favorável. Daí a sugestão de combinação com as mínis e shortinhos, ajudando a encompridar as pernas.

Os modelos mais masculinos ou com amarrações no peito do pé, assim como os pesadões ou as sandálias muito fechadas, são modernos e arrojados, mas também não favorecem muito a silhueta. É bom experimentar com tempo e cuidado, para não se arrepender depois. Evite, com esses sapatos, as bermudas, saias retas abaixo do joelho ou evasês. Eles vão bem com saias-lápis, shorts ou vestidos curtinhos. Os modelos da estação que mais alongam são as gregas – amarradas até o joelho, ou as cruzadas no peito do pé, em “x”.

O que ainda está em alta é a sandália thong, agora com tiras no tornozelo. As sandálias com vazados ou tiras nos dedos do pé são bem modernas e combinam com quase tudo, atualizando até um vestidinho mais antigo.

Na ponta dos pés

Para quem aprecia salto, os modelos estão flertando com os anos 40. Plataforma e meia-pata, sandália com nós no peito do pé, efeitos drapeados à la Carmem Miranda, sapatos bojudinhos e de saltos grossos dão o tom do verão. Os saltos cobertos também estão bem atuais, assim como os solados de madeira e de cortiça.

Em oposição, saltos ultrafinos criam tensão em sandálias pesadas abotinadas ou em moules extrasexies.

Materiais e cores

As telas e transparências apareceram bastante nas coleções internacionais, mas não emplacaram muito por aqui. Por outro lado, as franjas aparecem muito nas coleções nacionais, mas muitas vezes em soluções bastante sofríveis, exigindo cuidado. Vários tipos de lesard, python, tressês, multitiras, misturas de materiais e cores, recortes, patchwork, lacinhos, florezinhas, debruns e pespontos, e, sobretudo, fivelas e mais fivelas, vêm enfeitar os sapatos e sandálias, mais trabalhados a cada estação.

Design futurista

Se as sandálias estão pesadas e os sapatos bojudos, existe uma nova tendência que veio trazer linhas limpas e design futurista às sandálias e sapatos contemporâneos. Novas tecnologias também vêm possibilitar aos criadores efeitos inusitados como os deslocamentos e até mesmo a supressão de saltos em calçados altíssimos.

Resumindo:

– as sandálias gladiador são o must have da estação, mas cuidado, pois elas encurtam a silhueta!
– quem é baixinha ou possui pernas grossas deve dar preferência aos calçados mais decotados e aos tons claros;
– as sandálias cruzadas em “x” são mais elegantes;
– os saltos estão altíssimos;
– os sapatos têm salto grosso e estão mais bojudinhos;
– detalhes e vazados nos dedos dos pés são modernos;
– plataformas e meia-pata ainda são bacanas;
– acredite em tiras e fivelas.

HANDARA Coleção Urbano Clash apresenta mistura de influências!!!

A Handara abriu a temporada de desfiles do Ceará Summer Fashion 2008 apresentando a sua coleção Urbano Clash. Propondo uma mistura de influências que vai do punk-rock dos anos 70, o new wave dos anos 80 e chegando no street nova-iorquino atual, a Handara faz uma mistura de cores, estampas e estilos, sempre permeado pelo uso do jeans, o grande forte da marca e que é a cara do estilo urbano. A idéia, na verdade, era mostrar que as várias influências estão aí para serem usadas ao gosto de cada um. O xadrez com pegada punk veio em minissaias, coletes, shorts e calças. A silhueta das calças, no melhor estilo rock inglês, vem skinny, justinha ao corpo e pode ser comprida ou cigarrete. As cores dos anos 80 esteve presente em blusas de tricoline, malha ou voil ou nos color jeans. O preto e o branco também se fizeram presentes e a união dos dois compuseram alguns looks, como na blusa preta com viés branco, uma das mais bonitas da coleção. Detalhes como plissados, drapeados, babados e cintura ajustada com o uso de elastex davam novos ares para a camisa feminina e são fortes tendências da estação. Além do xadrez, a Handara apresentou ainda estampas de bicho, poás e florais. Para levar seus clientes a entrarem neste universo urbano e colorido, o cenário era composto por grafismos que ganhavam cores nas mãos dos grafiteiros Tubarão e Edson no momento em que acontecia o desfile. Completando o cenário, enormes toy arts coloridos enfeitavam a passarela que tinha ainda a estilosa DJ Julie Gadeira tocando um som de influência anos 80. Outros destaques apresentados pela Handara foram a bermuda de modelagem ampla ajustada nos joelhos, a minissaia amarelo pastel de cintura alta, a saia lápis jeans e os vestidos em tecido plano.

HANDARA Coleção Urbano Clash apresenta mistura de influências!!!

A Handara abriu a temporada de desfiles do Ceará Summer Fashion 2008 apresentando a sua coleção Urbano Clash. Propondo uma mistura de influências que vai do punk-rock dos anos 70, o new wave dos anos 80 e chegando no street nova-iorquino atual, a Handara faz uma mistura de cores, estampas e estilos, sempre permeado pelo uso do jeans, o grande forte da marca e que é a cara do estilo urbano. A idéia, na verdade, era mostrar que as várias influências estão aí para serem usadas ao gosto de cada um. O xadrez com pegada punk veio em minissaias, coletes, shorts e calças. A silhueta das calças, no melhor estilo rock inglês, vem skinny, justinha ao corpo e pode ser comprida ou cigarrete. As cores dos anos 80 esteve presente em blusas de tricoline, malha ou voil ou nos color jeans. O preto e o branco também se fizeram presentes e a união dos dois compuseram alguns looks, como na blusa preta com viés branco, uma das mais bonitas da coleção. Detalhes como plissados, drapeados, babados e cintura ajustada com o uso de elastex davam novos ares para a camisa feminina e são fortes tendências da estação. Além do xadrez, a Handara apresentou ainda estampas de bicho, poás e florais. Para levar seus clientes a entrarem neste universo urbano e colorido, o cenário era composto por grafismos que ganhavam cores nas mãos dos grafiteiros Tubarão e Edson no momento em que acontecia o desfile. Completando o cenário, enormes toy arts coloridos enfeitavam a passarela que tinha ainda a estilosa DJ Julie Gadeira tocando um som de influência anos 80. Outros destaques apresentados pela Handara foram a bermuda de modelagem ampla ajustada nos joelhos, a minissaia amarelo pastel de cintura alta, a saia lápis jeans e os vestidos em tecido plano.