Moda primavera-verão 2011 terá cores neutras e claras


A cada temporada de moda alguém quer saber qual cor será “o novo preto”. Desta vez, o novo preto é cor nenhuma. Entre as dezenas de estilistas que exibiram suas coleções mais recentes na Semana de Moda de Nova York, um número grande mostrou looks quase sem cores.
Modelos mostram coleção em tons claros e neutros da Donna Karan Collection

Os tons dominantes para a próxima primavera e verão, em coleções que incluem as de Donna Karan, Alexander Wang e G-Star, foram branco, bege, marfim, cáqui, verde oliva, terracota e castanho claro.
Essas tonalidades fazem parte intrínseca das roupas do cotidiano dos consumidores, disse Paco Underhill, autor de “What Women Want”. No ramo da moda, esses “uniformes” diários são o que garante a receita maior.
Narciso Rodriguez pontuou os looks neutros com toques de vermelho papoula

Mas tons neutros não são necessariamente sinônimos de moda enfadonha, podendo variar desde rosa claro até vermelho escuro, de acordo com Leatrice Eiseman, diretora executiva do Instituto Pantone de Cor, que divulga as cores da moda de cada temporada.
Para ela, além de as cores desta temporada serem muitos sutis, elas atraem o consumidor econômico.
“Cores neutras são menos arriscadas. Uma peça neutra pode durar muito tempo”, ela explicou.
Alguns estilistas se ativeram principalmente aos tons neutros, mas animaram suas coleções com toques de cores fortes aqui e ali.
Ralph Lauren, que mostrou na quinta-feira sua coleção inspirada nos westerns, aderiu principalmente ao creme, marfim e tons de pergaminho e marrom-sela, abrilhantados com um pouco de lamê platinado e franjas de contas.
Narciso Rodriguez apostou em quase tudo branco, rosa claro e preto, com alguns toques de vermelho papoula; Max Azria, da BCBG, investiu no branco e cinza, mas misturou alguns vermelhos e corais, e a Tibi animou sua coleção em grande parte marfim, creme e tabaco com casacos em tons fortes de roxo e laranja.
Para o consultor de luxo Robert Burke, contudo, os tons neutros podem correr o risco de não chamar a atenção dos consumidores.
“Os estilistas precisam motivar as pessoas a comprar suas criações”, explicou.
Nem todos os estilistas mantiveram distância das cores. Diane von Furstenberg apostou em desenhos de nuvens e ondas quebradas em dourado e violeta profundo; Vera Wang exibiu vestidos e casacos dobrados em tons alegres de vermelho-tomate, papoula e verde-amarelado.
Carolina Herrera foi uma das estilistas que fugiu dos tons neutros e desfilou cores para o verão 2011

Carolina Herrera inspirou-se em imagens botânicas antigas e roupas coreanas, exibindo vermelhos e laranjas diversos.
O estilista brasileiro Alexandre Herchcovitch, cujas modelos trajaram azuis e turquesas radiantes, com batons combinantes, não aprovou as cores contidas.
“Não vejo nada de muito novo”, disse ele. “Acho que está tudo bastante monótono esta temporada.”
por ELLEN WULFHORST
(Reportagem adicional de Michelle Nichols, Christine Kearney, Gemma Haines e Nicole Huber)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: