Grifes e famosos jogam suas fichas na moda verde


Práticas sustentáveis, de comércio mais justo e formas de consumir de maneira mais consciente têm disputado espaço com notícias sobre tendências e o que vestem as celebridades. Estilistas como Stella McCartney, que usa materiais sustentáveis e não utiliza couro em suas criações, e a atriz Emma Watson, que recentemente lançou sua terceira coleção feita com materiais orgânicos, são alguns exemplos de personalidades que ajudam a popularizar as preocupações com o meio ambiente.
No Brasil, a Capodarte incluiu em sua coleção de inverno uma linha de sapatilhas feitas de plástico reciclável. Ou seja, ela pode ir direto para um centro de reciclagem quando ficar desgastada, em vez de aumentar o volume dos aterros sanitários da cidade. O modelo está disponível em oito cores diferentes e custa R$ 99.
O poderoso grupo PPR divulgou, nesta semana, em Paris, um amplo programa de sustentabilidade que envolve diversas de suas marcas, prometendo promover práticas que causem menos impacto ao meio ambiente e também gerar benefícios sociais e à natureza a longo prazo. O Ceo do grupo, François-Henri Pinault, anunciou, ao lado do diretor de sustentabilidade do grupo, Jochen Zeitz, o plano batizado de “PPR Home” que conta com verba de US$ 14 milhões anuais.
Entre as ações do projeto, estão o lançamento de uma etiqueta especial que identifica produtos certificados pela Cradle to Cradle, título que assegura que itens foram feitos com práticas seguras para o meio ambiente e para o homem. Grifes como Gucci, Yves Saint Laurent, Balenciaga e Puma integram a ação.
A empresa também anunciou que irá neutralizar toda a emissão de dióxido de carbono feita em 2010 por meio da compra de créditos de carbono, ou seja, investindo em projetos de neutralização de emissões, no caso um mantido no Quênia pela entidade Wildlife Works’ Reduced Emissions from Deforestation and Degradation (REDD).
Outra iniciativa do projeto diz respeito à publicação de relatório sobre perdas e ganhos ambientais, a exemplo do que é feito com questões financeiras. A primeira marca a ter o documento divulgado será a Puma.
Foto: Getty Images
Frida Giannini, da marca Gucci, será uma das estilistas a criar peças para uma nova etiqueta de moda verde lançada pelo poderoso grupo de moda PPR

Foto: Divulgação
A Puma é a principal marca do projeto de sustentabilidade do grupo PPR. A marca investe em projetos para minimizar impacto dos produtosno meio ambiente há mais de uma década e lançou no ano passado embalagens que levam menos papel, como a caixa de sapatos com parte reutilizável

Foto: Divulgação
Emma Watson posa para divulgar sua terceira coleção para a marca People Tree, feita com materiais sustentáveis e em comunidades carentes ao redor do mundo

Foto: Divulgação
Camiseta de Stella McCartney feita com algodão orgânico. A estilista é uma das que integram o novo projeto de sustentabilidade do grupo PPR

Foto: Getty Images
Peças da marca Balenciaga também devem ganhar certificação de práticas sustentáveis segundo projeto lançado pelo grupo PPR

Foto: Divulgação
Sapatilha feita de plástico reciclável da marca Capodarte, que investe na onda da moda verde

por MICHELLE ACHKAR

sub_format = “full”; sub_franq = “303842”; sub_keywords = “”;

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: