Ricardo Almeida faz 25 anos de carreira com desfile de inverno


Apresentação do estilista teve ternos bem ajustados ao corpo, xadrez camuflado e uma lista extensa de famosos na passarela

O estilista de moda masculina Ricardo Almeida comemorou ontem (6/4), no Museu de Arte de São Paulo (Masp), 25 anos de carreira e apresentou sua coleção de inverno 2011 para cerca de 800 convidados. Ele, que começou a trabalhar no mercado fashion como representante de vendas de uma camisaria, é hoje um dos queridinhos entre os homens menos tradicionais, elogiado principalmente pelo caimento de suas peças. “Quero fazer o melhor produto para os meus clientes. Quando começo a desenvolver uma coleção, vou atrás de todos os detalhes e compro o que há de melhor, independentemente do preço”, afirma o criador.
Toda essa dedicação conquistou uma lista extensa de compradores fiéis, principalmente as celebridades, que costumam participar dos desfiles do designer há anos. Para essa coleção, Ricardo Almeida contou com a presença de Fiuk, Gustavo Borges, Serginho Groisman, Paulo Vilhena, Fábio Assunção, Malvino Salvador, entre outras estrelas que desfilaram ao lado de mais 25 modelos. O cantor Roberto Carlos (que não compareceu ao evento, mas fez parte da trilha sonora do desfile), é outro que não sai de casa sem um blazer Ricardo Almeida.
No entanto, o que foi visto ontem fugiu dos tons usados pelo rei. O criador desenvolveu uma coleção com cores escuras, passeando pelo preto, cinza e azul. A novidade fica por conta da estampa xadrez no fundo liso dos ternos, quase imperceptível dependendo da intensidade da luz. Segundo ele, esse tipo de tecido dá um ar de sofisticação aos looks. “O homem brasileiro, cada vez mais, está aprendendo a se vestir. Eu tento ajudá-lo da minha forma, com toques um pouco mais modernos.” O xadrez também apareceu nas camisas, que não estavam nada tímidas. Com cores fortes, elas se destacavam com a sobriedade dos ternos risca-de-giz (de um ou dois botões) e das gravatas.
O colete é outra aposta que surgiu em alguns looks, juntamente com o cachecol liso. Um acessório que, se depender de Ricardo Almeida, o brasileiro vai usar muito, é a luva de couro que fez par com diversos figurinos. Destaque para o terno cinza de veludo molhado, que deve fazer a cabeça dos homens mais ousados, principalmente os que viajam bastante ou moram fora do Brasil. Na parte de gala, os smokings ganharam recortes enxutos, com detalhes de brilho e aplicações nas lapelas. Na parte de camisaria, o botão preto na camisa branca deixou o figurino mais descolado, juntamente com a gravata borboleta branca. Confira alguns looks apresentados no desfile:
Fotos: Claudio Augusto

Ricardo Almeida – Inverno 2011

Por Eduardo Diório 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: