Saiba qual bolsa fica melhor para sua silhueta em 18 opções


Altas, magras, gordinhas, baixinhas, seios fartos, quadris largos ou pequenos. O biótipo de cada pessoa determina o tipo de roupa que mais ajudam a valorizar ou a disfarçar determinados pontos do corpo. Mas a escolha da bolsa também é um detalhe importante, que pode garantir a elegância ou jogar por água abaixo toda a produção.
“Saber o que ‘pode’ e o que ‘não pode’ não é uma ditadura, mas basta ‘vestir’ uma bolsa e se olhar no espelho para ver a diferença”, afirmou Bianca Freitas, gestora de estilo da Macadamia Bolsas, marca para a qual desenvolveu 105 modelos da coleção primavera-verão 2011-2012.
Confira abaixo algumas dicas da profissional, depois clique na galeria de fotos acima e confira modelo de várias grifes e escolha os que mais combinam com seu estilo.
Altas: 

– As mais altas podem usar e abusar das maxibolsas.
– O tamanho das alças também não é problema para as altinhas. “Podem usar alças longas e de formas diferentes. Destaque para as alças transversais”, disse a estilista.
– As carteiras são charmosas e podem ser utilizadas por qualquer estilo de mulher, mas as altinhas devem evitar as minibolsas, pois fica evidente a desproporcionalidade.
Baixinhas:

– As baixinhas não precisam usar apenas bolsas pequenas, mas apenas tomar cuidado com alguns detalhes, segundo a especialista.
– Se as maxibolsas devem ser evitadas para não achatar a silhueta, as de tamanho médio são ótimas opções.
– Outra dica é em relação às alças, que não devem ser muito compridas. “Alças muito compridas não ficam bem, pois deixam as bolsas na altura do quadril desvalorizando mais uma vez a baixa estatura. As baixinhas são muito charmosas e delicadas e devem aproveitar usando as bolsas no antebraço”, disse Bianca Freitas.
Cheinhas: 

– Para quem tem esse biótipo, a primeira dica é escolher bolsas mais largas e estruturadas, com shapes mais definidos. Isso ajudará a alongar a silhueta.
– O ideal é optar pelos tamanhos grandes e médios e fugir dos pequenos.
– Atenção também na hora de carregar a bolsa. Nada de alças curtas na altura dos seios. Cuidado também com bolsas que batem na altura do quadril. Caso a pessoa tenha quadril um pouco avantajado isso chamará atenção para o ponto que muitas preferem disfarçar.
Magrinhas: 

– As mulheres estilo “mignon” também precisam anotar algumas dicas. O que umas precisam disfarçar outras precisam realçar.
– Como não possuem muitas curvas, as mulheres mais “sequinhas” podem escolher bolsas maiores e mais largas e devem usá-las acima da linha da cintura.
Seios fartos: 

– Não use bolsa com alça curta, aquela que deixa a bolsa na linha dos seios. Outra observação: Nada de bolsas caídas no ombro.
Quadril largo: 

– Nem pense em usar a bolsa na linha do quadril. Opte por alças que deixem a bolsa na linha dos seios ou no antebraço. Isso proporcionará um equilíbrio.
Quadril estreito:

– Bolsas muito pequenas na altura do quadril devem ser evitadas. Use bolsas maiores e aí, sim, na linha da cintura ou na linha do quadril. Esse truque é infalível e deixará as curvas mais evidentes.
Para todas: as carteiras são para todos os tipos de mulher. Apenas as mais altas não devem usar os modelos muito pequenos. O comprimento das alças também vai variar de acordo com a estatura da mulher. O modelo é da Elisa Atheniense: R$ R$ 1050,00
Quadril largo: quem tem quadril mais avantajada deve optar por bolsas que fiquem na altura do antebraço. O modelo da foto é da Regina Rios e custa R$ 379
Altas: as alças transversais podem ser opção para as mais altas. O modelo é da Maria Filó e custa R$ 239
Altas: outra opção para mulheres altas é esse modelo quadrado, com dois tipos de alça, da Macadamia: R$ 192
Altas: as maxibolsas, como esta da Macadamia (R$ 184), é uma das opções para quem tem esse biótipo
Magrinhas: outra opção de bolsa mais larga e maior para ser usada acima da linha da cintura. Esta é de couro, da Dumond: R$699,90
Magrinhas: outra opção para as mulheres bem magras é este modelo da Mormaii. Preço: R$ 144,90
Magrinhas: a opção das mulheres bem magras é usar as bolsas acima da linha da cintura. O modelo com alça curta é da Macadamia e custa R$ 196
Magrinhas: as sequinhas podem usar bolsas maiores e mais largas. Modelo amarelo da Macadamia, que sai por R$ 192
Cheinhas: com shape quadrado, essa bolsa da Elisa Atheniense cai bem para vários estilos e também para as cheias. Preço: R$ 1.162 
Cheinhas: as bolsas mais largas e que não fiquem muito compridas são boas opções para as que tem a silhueta mais encorpada. Na foto, bolsa rosa da C&A: R$ 99
Cheinhas: os shapes difinidos são boas opções. Este modelo é da Macadamia e custa R$ 164
Cheinhas: os tamanhos grandes e médios são boas opções, como essa da Macadamia, que custa R$ 192
Baixinhas: quem não tem estatura grande deve usar bolsas que chegam até a altura do antebraço. O modelo da foto é da Maria Filó (R$ 199)
Baixinhas: alças não devem ser muito compridas, para o corpo não ficar desequilibrado. Este modelo listrado é da C&A e custa R$ 79,90
Baixinhas: alças não devem ser muito compridas. Esse modelo é da Macadamia e custa R$ 196
Baixinhas: bolsas de tamanho médio são ideais, como nesse modelo da Macadamia. R$ 184
Altas: a clutch colorida da marca 284 (R$ 299) é uma opção para as mais altas, já que não são muito pequenas
Fotos: Divulgação
Fonte: TERRA

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: