Marc Jacobs fecha desfiles de NY com melindrosas e cabaré


O estilista Marc Jacobs fechou a semana de moda de Nova York, na noite dessa quinta-feira (15), ao ritmo dos cabarés dos anos 20 e 30, mas com a pegada futurista dos anos 60, com seus tecidos plastificados. As modelos foram posicionadas no início num tablado com cadeiras de madeira, iluminadas com luzes coloridas. De lá partiam com suas roupas na altura dos joelhos, em silhuetas retas, mas com amarrações e drapeados aleatórios, formando camadas despretensiosas, que escorregam sobre o corpo feminino, com cinturas mais baixas.
Misturando tecidos naturais com sintéticos, Jacobs trouxe a silhueta dos anos 20, inclusive com franjas formando babados, nas saias e vestidos, abusando do efeito plastificado, de xadrezes e de cores que iam do verde ao vinho, passando por azuis, pratas, pretos e brancos. Essas melindrosas reinventadas pelo estilista, que negocia sua ida à Christian Dior em substituição a John Galliano, vêm com meias-calças, 7/8 ou ¾, turbantes na cabeça. Nos pés, ankle boots também plastificadas ou escarpins com alça tipo boneca e sapatos fechados.
Há espaço também para calças compridas, jaquetas e casaquetos curtos. Alguns tecidos tinham efeito vazado de flores e tachas. A maioria das bolsas vinha com alças para carregar na mão e algumas tinham estampas xadrezes ou apostavam no color blocking. No make, uma maquiagem leve, com ênfase nos cílios longos e no delineador.
O desfile da marca principal de Marc Jacobs teve de ser adiado para o último dia por conta do Furacão Irene, que atrasou a produção de várias peças, fato que deve ter sido lamentado por várias editoras de moda. Afinal, nesta sexta, começam os desfiles de Londres, para onde várias já tinham passagem marcada.
E não há dúvida: Jacobs é hoje o estilista que mais sabe misturar referências tão distantes de forma coesa e original. Depois das referências dos aos 70 no verão passado, que virou febre, ele trouxe esse universo do cabaré para o verão 2012, numa linguagem moderna e atual, fugindo do minimalismo chique, mas por vezes, sem sal que muitas grifes americanas gostam de apresentar. Resta esperar o que Prada, Gucci e até Louis Vuitton, também (e ainda) comandada por Jacobs, vão nos mostrar.
Modelo brasileira Bruna Tenório desfila para Marc Jacobs no encerramento da semana de moda de NY. Desfile contou com melindrosas reinventadas pelo estilista, que atravessaram a passarela com meias-calças, 7/8 ou ¾.
Fotos: Getty Images

por ROSÂNGELA ESPINOSSI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: