Tipos de silhueta: descubra quais roupas combinam com o seu corpo


Oval, ampulheta, retângulo, triângulo ou triângulo invertido: qual é o estilo do seu corpo? Descubra e veja as melhores peças para você

Ressaltar o que mais gosta no corpo e minimizar o que menos favorece o visual é o ‘sonho de consumo’ entre a maioria das mulheres. Para as menos otimistas, sonho quase impossível. Mas acredite, essa é uma questão fácil de ser resolvida! Basta avaliar qual é o seu tipo físico e descobrir as roupas que caem bem e valorizam as suas curvas. 
Foto: Reprodução
Fabiana Karla: tipo oval

TIPO OVAL
Ombro e quadris da mesma largura e sem marcação de cintura. O tronco forma um bloco mais largo na parte de cima

Para a consultora de imagem Marcele Goes, o tipo oval é o que requer mais cuidados na hora de escolher as melhores peças. “É importante escolher tecidos escuros, que sejam fluidos e maleáveis, já que não marcam nenhuma parte do corpo.” A consultora também alerta para o tamanho das roupas. “Não escolha peças largas ou justas demais, pois ao invés de esconder as formas, elas ficarão ainda mais volumosas do que realmente são.”

Segundo a consultora de estilo Chris Francini, o ideal é valorizar o colo e as canelas para desviar a atenção da parte da barriga. “Nada de cintos. Invista em peças retas, decotadas e com detalhes verticais que ajudam a alongar a silhueta. Abuse dos colares compridos e faça um mix de pulseiras. Nada de roupa apertada ou justa.”
Foto: TV Globo/ Divulgação
Ellen Roche: tipo ampulheta

TIPO AMPULHETA
Formas bem preenchidas e arredondas no busto e quadril, com cintura bem marcada

“Para o corpo ampulheta quase tudo cai bem. Ele é mais proporcional. Porém, é preciso ter cuidado com roupas justas, curtas ou com transparência exagerada”, sugere a consultora de moda Paula Martins. Evidenciar a região do busto também é uma boa dica. 


“A mulher com esse tipo de biótipo pode usar detalhes e estampas com tecidos maleáveis e que cumpram o papel de desenhar as curvas”, avisa Marcele. Com isso, a cintura e o quadril não vão parecer maior do que realmente são. Roupas de modelagem reta na parte inferior são bem-vindas.
Foto: TV Globo/ Divulgação
Claudia Raia: tipo retângulo

TIPO RETÃNGULO
Formas equilibradas, com desenho reto e pouca marcação de cintura

Pode usar as mais variadas formas de roupas, desde que sejam acinturadas por meio de cores mais escuras (principalmente na região do quadril). Aposte nos cintos ou numa peça com modelagem bem ajustada. “Para parecer ter mais curvas, as saias do tipo tulipa ou lápis, sutiãs ou blusas com estrutura de bojo são ideais”, ensina Marcele. Além disso, os ombros marcados também ajudam a definir o tipo retângulo. Em relação aos acessórios, os colares são opcionais, mas os brincos (grandes ou não) são fundamentais para arrematar o look.
Foto: TV Globo/ Divulgação
Camila Pitanga: tipo triângulo

TIPO TRIÂNGULO
Quadril mais largo do que a parte de cima (os ombros são bem estreitos), com cintura marcada e busto pequeno

É importante evidenciar os ombros e o colo com peças que tenham decotes mais largos e modernos. É a área do corpo que mais precisa ser valorizada e enfeitada. “As blusas estampadas e recortadas também são boas opções para valorizar o tipo triângulo”, diz a consultora de moda do Estilo Sob Medida. Dica: esqueça qualquer peça frente-única! Os ombros ficarão ainda mais apagados.

Para a parte inferior, o ideal é investir nas peças retas e produzidas com tecidos fluidos, maleáveis e, de preferência, com cartela de cores nos tons médios a escuros. Caso não goste de usar saias, uma calça reta, lisa e sem bolsos ajuda a valorizar a região. Invista nos acessórios bem enfeitados, maxi colares, golas, echarpes…
Foto: Divulgação
Daniele Hypólito: tipo triângulo invertido

TIPO TRIÂNGULO INVERTIDO

Ombros mais largos que os quadris 


“Roupas com parte de cima mais levinha e com detalhes que se direcionam ao pescoço camuflam os ombros largos”, explica Marcele. Na parte inferior, a sugestão é garimpar as peças mais estruturadas, com estampas e volumes, focando o olhar para essa região.


“Para o tipo triângulo invertido, o importante é deixar a região do ombro mais leve e tentar criar curvas na região do quadril onde não existe”, ensina Paula. Vestidos frente-única e calças largas são ótimas opções. Dica: esqueça as calças skinny e os paletós com ombros marcados. Decotes são super bem-vindos.

Por Eduardo Diório 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: