Andrej Pejic estrela campanha de grife de lingerie

Nas imagens, o modelo promove um sutiã que promete aumentar os seios

Foto: Divulgação

O sutiã que promete aumentar os seios é “vendido” pelo modelo Andrej Pejic, que tem rosto feminino e corpo masculino

Que o modelo sérvio Andrej Pejic é mais “bonita” que muita mulher por aí, os editoriais e capas de revistas que ele estampou em 2011 estão aí para provar. A novidade envolvendo o lado feminino do moço é o contrato com a grife de lingerie alemã Hema. 


O agente de Andrej Pejic em Sydney comentou as fotos: “É revolucionário. Eu nunca conheci um homem que fosse capaz de fazer campanhas para grifes de lingerie antes”, comentou Joseph Tenni. “Se [o sutiã] fica bem em Pejic, imagine o que ele poderá fazer por mulheres”, limitou-se a comentar o site Fashionista.


Fonte: IG MODA

Anúncios

Modelo sérvio Andrej Pejic encarna uma noiva e posa nu em capa de revista

Ele foi eleito o “lançador de estilo” do ano pela revista gay “Out”

Foto: Divulgação
O modelo andrógino foi eleito o “lançador de estilo” em 2011 pela revista gay ‘Out’

2011 ficou marcado com o ano em que o modelo sérvio Andrej Pejic mais estampou capas de revistas. Sua próxima aparição nas bancas será em uma das capas da revista “Out”, na qual aparece vestido de noiva. A edição celebra os 100 gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros que mais se destacaram no ano.

No recheio da revista, outra foto ousada. Nesta, ele aparece nu, enrolado a uma cobra. Na entrevista, Pejic comentou sobre as dificuldades do trabalho como modelo: “tenho de trabalhar duro para ser tão levado a sério quanto as tops. Entendo que levará um tempo até que eu prove que realmente sou um bom modelo depois que essa atenção da mídia passar”.

Outro ponto alto da entrevista é o que conta sobre o look que escolheu para conhecer a Rainha da Inglaterra. “Quis um look como os de Sharon Stone nos anos 1990. Escolhi uma saia vintage Versace feita de couro. O palácio era lindo, me senti em casa”, lembrou.
Foto: Reprodução
O clique de Andrej Pejic com a cobra foi um remake de uma foto de Nastassja Kinski, feita por Richard Avedon, em 1981

Fonte: IG MODA

Andrej Pejic e Zombie Boy estrelam nova campanha da Ausländer

Fotos: Divulgação

André Lima propõe calça como traje de festa na SPFW Verão 2012

O penúltimo desfile da edição verão 2012 da SPFW foi de André Lima, neste sábado (18). Ele buscou dar nova funcionalidade às calças as incorporando na categoria de traje de festa. Certo tédio no uso cotidiano das calças feitas para situações informais ou de trabalho levou o estilista a ir além e combiná-las com blusas, ternos, smokings, paetês e outras possibilidades.
Amplitude e movimento e a relação estabelecida por eles com o corpo foi alcançado nas calças de aberturas laterias, vestidos com caudas, macacão metalizado, mangas volumosas, torções, laços gigantes, casaco longo e arredondado de forro rosa no look do andrógino Andrej Pejic, nas estampas gráficas, nos ombros únicos, quanta fluidez, tantos convites para dançar.
Brilhos, estampas com textura, misturas, metálico, fosco e recortes geométricos silhuetavam as mulheres “bailantes” de André. Destaque para as cabeças de Davi Ramos, todas partidas ao meio.
Desfile da grife de André Lima na SPFW
Foto: Felipe Panfili/AgNews
Fonte: TERRA

Alexandre Herchcovitch (masc) abre 5º dia da SPFW Verão 2012 com andrógino e modelo grisalho

Alexandre Herchcovitch apresentou seu desfile masculino em local externo à Bienal do Ibirapuera, onde acontece a maior parte dos desfiles. O estilista escolheu a Micasa, região do Jardim Paulistano, na manhã de sexta-feira (17) e entrou na passarela com modelo grisalho e o andrógino, Andrej Pejic.
Com jeitão intimista, pouco mais de cem convidados, Alexandre “democratizou” sua apresentação levando os modelos a transitarem na calçada da R. Estados Unidos (endereço da Micasa), possibilitando aos pedestres e motoristas do entorno acompanharem as apostas assinadas por ele.
A coleção, no geral, teve sobreposições em coletes mantelassados com camisa e calça de alfaiataria em cores terrosas ou em short mais calça, maxibolsos espalhados por quase todo o look, nas camisas-jaquetas, calças de cores fortes como o laranjão, short acima do joelho bem ao estilo verão dos fashionistas que frequentam os clubes paulistanos, regatas estampadas por baixo de coletes cheios de abotoamento, calça de gancho baixo, botas coturnos e bastante informação de moda detalhadas no manejo dos materiais e nas composições das peças, típicos de Alexandre.
Depois de colocar Lea T. na edição de inverno feminina, o estilista trouxe o andrógino Andrej Pejic (que já fez Maria Bonita nesta temporada) em sua versão masculina. Com os cabelos supercacheados, boné de aba reta, camisa rose, calça laranja com a barra dobrada, Andrej mostrou que também convence e funciona em roupas para homens.
A coleção entrou madura inclusive no modelo grisalho Jorge Gelatti, um quarentão de olhos azuis. Foi uma apresentação plural que dialogou com os gêneros na figura do andrógino, da idade com Gelatti e com a moda e sua acessibilidade, temas caros aos dias de hoje em que o mercado têxtil para focar em um nicho especifico e excluir todo o restante.
É Alexandre Herchcovitch, o mesmo garoto crescido que começou vestindo travestis na Santa Cecília em São Paulo, que entrou no curso de artes plásticas da FAAP, abandonou e foi para moda na Santa Marcelina. É importante o olhar dele para além do mesmo que quase no fim de uma semana de moda como a SPFW dá fôlego novo aos participantes.
Fotos: Roberto Filho/AgNews
por ALE OUGATA